De que está à procura ?

franca
Lisboa
Porto
Paris, França
Comunidades

A interessante história dos Bracarenses do Luxemburgo

A associação Amicale Sportive Portugaise “Grupo Desportivo os Bracarenses” foi fundada em 1978, pela iniciativa de alguns jovens oriundos de Cervães, uma freguesia portuguesa do concelho de Vila Verde, com cerca de dois mil habitantes.

No primeiro encontro, nomearam Raymond Biren como presidente, um luxemburguês, pois a lei nessa época exigia um presidente de nacionalidade luxemburguesa. Biren nutria grande amizade pelos portugueses. Tanto gostava de Portugal que mais tarde acabou por se instalar na Nazaré.

Nessa altura duas sugestões de nomes entraram em competição: Grupo Desportivo “Os Cervanenses” e Grupo Desportivo “Os Bracarenses”. O segundo acabou por ser escolhido devido à maior popularidade de Braga. Também foram estabelecidos nos estatutos dois pontos importantes: a atividade principal seria o futebol e todos os jogadores deveriam ser originários da localidade de Cervães. E qual não foi a surpresa dos fundadores da estrutura, quando na altura da entrega dos estatutos na Câmara do Luxemburgo, foram informados de que eram a primeiro clube desportivo inscrito nos registos da capital.

Um ano após a sua criação, os Bracarenses aderiram à FAPL (Federação das Associações Portuguesas do Luxemburgo) e começaram a disputar o campeonato português que na altura juntava cerca de 30 equipas. Paralelamente, os estatutos foram alterados de forma a integrar jogadores de outras origens e nacionalidades para tornar a equipa mais competitiva.

Em 21 de julho de 1989, a Assembleia Geral do Sporting Clube de Braga aprovou por unanimidade que o o “Grupo Desportivo Os Bracarenses” fosse considerado filial do Sporting Clube de Braga.

Este reconhecimento deu origem a um protocolo de partilha de informações e de gravações dos jogos, além de um acordo de princípio para a elaboração de um jogo anual entre a equipa da filial e a equipa sub-21 do SC de Braga.

Em contrapartida a filial comprometia-se a promover e divulgar o bom nome do Sporting Clube de Braga, organizar eventos que permitissem a deslocação do Braga ao Luxemburgo e a efetuar angariação de sócios.

Em 2001, a equipa masculina dos Bracarenses juntou-se ao FC Progrès Cessange e nasceu um novo clube: o FC CeBra 01. Em paralelo, a estrutura esteve na origem de uma das primeiras e mais competitivas equipas femininas de futebol.

Desde então, os Bracarenses dedicam-se ao apoio do clube e à promoção da cultura e gastronomia portuguesa no Luxemburgo. Todos os meses organizam jantares convívios onde reúnem amigos e simpatizantes de todas as origens e nacionalidades.

Em 2018, para assinalar os 40 anos da associação têm vindo a organizar vários eventos, tal como recentemente a visita do Arcebispo Primaz de Braga, D. Jorge Ortiga (na fotografia). Agendados ainda estão uma receção na sede e um jantar de sócios e simpatizantes, dias 14 e 15 de junho, contando com a vinda do presidente António Salvador e elementos da direção do SC Braga ao Luxemburgo.

No dia 27 de maio tem lugar um torneio de veteranos com um jogo de gala entre uma equipa de Veteranos dos Bracarenses e a equipa Veteranos Campelos, de Torres Vedras. Esta equipa portuguesa efetua todos os anos uma viagem/digressão e em 2018 aceitaram integrar as celebrações dos 40 anos dos Bracarenses. Este torneio e jogo de gala decorrerá em Esch-sur-Alzette no Terreno do US Esch com início do torneio pelas 9h00 e o jogo de gala pelas 14 horas.

Para mais informações podem consultar a página www.bracarenses.lu