De que está à procura ?

franca
Lisboa
Porto
Paris, França
Motores

Dacia Sandero StepWay: estilo moderno e aventureiro para todas as idades

A Dacia continua a ser vista como uma marca low-cost, contudo, não para de ganhar mercado, nem de provar que os produtos são fiáveis. É já a marca não alemã mais vendida na Alemanha e ganha cada vez mais importância nos restantes mercados, onde vai conquistando os clientes que procuram um automóvel versátil, barato, fiável, com espaço e equipamento.

O Dacia Sandero StepWay não foge à regra, uma vez que é um automóvel com um estilo moderno e aventureiro, tornando-se apelativo para todas as idades. Esta é na realidade a versão mais equipada do Dacia Sandero que recebe um aspeto mais suv, o que tendo em conta as tendências, faz toda a diferença na aquisição do automóvel.

Neste caso, temos uma maior altura ao solo face ao Dacia Sandero normal, barras de tejadilho, uma ponteira de escape mais desportiva, lettering da versão nas portas laterais dianteiras e ainda nas faixas das portas. Outros destaques incluem luzes de iluminação diurna em led e farolins traseiros também em led embelezadores das jantes de 16 polegadas acabados a cinzento escuro e ainda uma grelha dianteira com inserções cromadas. As proteções e a carroçaria presentes nesta versão são metálicas na dianteira e traseira, com abas em plástico por toda a lateral.

Quanto ao interior é constituído por  plásticos rígidos não existindo uma única peça emborrachada, mas a boa qualidade de montagem faz com que o Dacia Sandero Stepway consiga ter menos barulhos parasitas do que alguns modelos de marcas generalistas não low-cost  bem mais caros. Já o conforto a bordo está garantido por assentos que mereciam melhor apoio lombar, mas que são bastante confortáveis. O espaço no habitáculo também é agradável, sendo um dos automóveis com mais espaço no segmento dos utilitários, viaja-se relativamente bem nos lugares traseiros, a bagageira conta com 320 Litros de capacidade que se estendem até aos 1200 Litros, sendo ultrapassada pelo grupo Volkswagen e pelo Hyundai i20 (326 litros), Skoda Fabia (330 litros), Seat Ibiza (355 litros). Já após o rebatimento dos assentos o caso muda de figura com o Skoda a apresentar uma capacidade de 1150 litros, o SEAT Ibiza de 1165 litros e o Hyundai apenas de 1024 litros. O caso não muda de figura na versão normal, que tem exatamente a mesma capacidade que esta versão mais aventureira.

O interior com um design conservador está repleto de equipamentos como ar-condicionado automático, botão eco, sistema de navegação e multimédia num ecrã táctil de sete polegadas, assento do condutor e coluna de direção reguláveis em altura, tomada traseira de 12v, elevadores elétricos dos vidros dianteiros, apoio de braço, cruise-control e limitador de velocidade, computador de bordo, câmara de ajuda ao estacionamento traseiro, entre outros.

O sistema de navegação e multimédia do Dacia Sandero é o media nav, presente em toda a gama Dacia e em alguns Renault, um dos sistemas mais simples e intuitivos. O automóvel dispõe de uma aplicação que ajuda o condutor a poupar combustível, sem serviços conectados nem aplicações demasiado elaboradas. Trata-se de um sistema que satisfaz plenamente as necessidades diárias de navegação, como streaming de áudio, entre outras. O computador de bordo fornece-nos as informações básicas de consumos, viagens e controlo de pressão de pneus.

Debaixo do capô está um motor zero virgula nove litros a gasolina de três cilindros com turbo que debita 90cv de potência às 5000rpm e 140Nm de binário às 2250rpm. A potência é enviada para as rodas dianteiras através de uma caixa manual de cinco velocidades agradável de utilizar. Em termos de prestações, o facto de ser um motor com uma cilindrada muito baixa com sobrealimentação, faz com que se torne algo anémico fora dos regimes onde o turbo está em funcionamento, consequentemente os consumos tornam-se difíceis de manter abaixo dos sete litros e meio  a cada 100km em alguns trajetos onde há mais variação de velocidade e regimes.

Relativamente ao botão do modo eco este deve ser utilizado quando a velocidade é mais constante, de forma a que não tenhamos de recorrer demasiado à caixa ou de aumentar a pressão no pedal do acelerador para que o Dacia Sandero Stepway ande. Em algumas situações a ativação do modo eco faz com o consumo de combustível aumente.

Em termos de prestações temos uma aceleração dos zero aos 100km/h em 11,1 segundos e uma velocidade máxima de 168km/h.

O comportamento em curva não é de excelência, os sistemas de segurança como o esp são muito interventivos a carroçaria adorna e a direção está longe de ser a mais comunicativa. Contudo, quem compra este automóvel sabe que não é um carro de corridas. Já o conforto e a facilidade de condução estão garantidos.

Nos testes Euro NCap o Dacia Sandero obteve em 2013 as quatro estrelas com 80% na segurança dos adultos, 79% na segurança das crianças, 57% na segurança dos peões e 55% nas ajudas à condução.

MAIS CARROS EM CAR ZOOM