De que está à procura ?

franca
Lisboa
Porto
Paris, França
Portugal

Empresas portuguesas promovidas em 76 mercados

O secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias, anunciou a preparação e desenvolvimento de mais de mil ações de promoção de empresas portuguesas em 76 mercados estrangeiros em 2019.

O governante falava aos jornalistas após a reunião trimestral do Conselho Estratégico para a Internacionalização da Economia (CEIE), que também serviu para abordar o ‘Brexit’ (saída do Reino Unido da União Europeia), e foi presidida pelo primeiro-ministro, António Costa, na residência oficial do chefe do Governo, no Palácio de São Bento, Lisboa.

“Preparámos aquilo que é a nossa promoção externa em 2019 e apresentámos um conjunto de iniciativas em 76 mercados diferentes. São mais de 1.010 ações de promoção externa do país em 2019, cruzando AICEP (Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal) e associações empresariais de forma multissetorial e com um esforço muito importante de valorizar a ‘marca Portugal’ e aumentar a escala da promoção externa”, disse, sobre os planos de promoção e de capacitação para a internacionalização.

No CEIE estão representados o executivo português, a AICEP e representantes de diversas organizações do setor empresarial privado.

“Temos um plano de capacitação muito orientado às pequenas e médias empresas, onde já temos mais de 135 ações de capacitação orientadas aos temas da internacionalização e mercados externos. Estamos a trabalhar bem em conjunto com o objetivo central de em meados da próxima década ter um peso das exportações de 50% do Produto Interno Bruto (PIB)”, continuou Brilhante Dias.

Segundo o secretário de Estado da Internacionalização, 2018 tem sido um “ano fantástico na contratualização de investimento direto estrangeiro”, com Portugal praticamente a duplicar o valor, comparando com 2017, para aproximadamente mil milhões de euros.

Sobre o ‘Brexit’, além das “oportunidades” originadas pelas “dificuldades” do processo, Brilhante Dias garantiu que estão a ser prestados “informação” e “apoio” às empresas portuguesas no mercado britânico, com a duplicação do valor da promoção externa de bens e serviços portugueses para cinco milhões de euros e a inclusão de mais 550 empresas num mercado para onde já exportam perto de 3.800 empresas lusas, o quarto maior destino comercial de Portugal.