De que está à procura ?

franca
Lisboa
Porto
Paris, França
Comunidades

Encontros literários levam escritores brasileiros e portugueses ao Luxemburgo

O Camões e o Leitorado de Português da Universidade do Luxemburgo organizam uma série de encontros literários dedicados a Fernando Pessoa e à literatura luso-brasileira contemporânea, de 19 a 29 de março.

Nos encontros, que decorrem de 19 a 29 de março, participam os portugueses Almeida Faria, distinguido em 2010 com o prémio da Universidade de Coimbra, as professoras da Universidade Nova de Lisboa Teresa Rita Lopes e Maria João Cantinho, além dos brasileiros Susanna Busato, finalista do prémio Jabuti em 2014, Aline Bei, Rodrigo Ciríaco, Paulliny Gualberto Tort e Leonardo Tonus.

O programa arranca a 19 de março, às 09:45, com uma conferência de Teresa Rita Lopes, especialista em Fernando Pessoa, e Marie-Hélène Piwnick, tradutora do “Livre(s) de l’inquiètude”, publicado pelas edições Bourgois.

No mesmo dia é inaugurada a exposição “Os lugares de Pessoa” na Universidade do Luxemburgo, na Maison du Savoir, no Campus Belval.

Teresa Rita Lopes é a convidada também no dia seguinte, a 20 de março, para a conferência “Obras pessoais e pessoanas”, no Centro Cultural Português no Luxemburgo.

Para 26 de março, às 09:45, está agendada a mesa-redonda “A modernidade literária – Intercâmbios luso-brasileiros”, com os portugueses Almeida Faria e Maria João Cantinho e os brasileiros Paulliny Gualberto Tort e Simone Paulino, moderada por Leonardo Tonus, professor na Sorbonne, e Adília Carvalho, leitora da Universidade do Luxemburgo.

Este encontro está integrado no programa da Primavera Literária Brasileira, que se realiza entre 14 de março e 10 de maio em França, Bélgica, Alemanha e Estados Unidos, e tem lugar pela primeira vez no Luxemburgo.

A 26 de março, às 18:30, é a vez de uma mesa-redonda com o tema “Falamos a mesma língua!”, com os portugueses Almeida Faria e Maria João Cantinho e os brasileiros Aline Bei, Susanna Busato e Rodrigo Ciríaco.

“Mundos em português” termina a 29 de março, com um concerto de fagote e violoncelo por Rui Lopes, que em 2014 editou o álbum “Through Time”, uma antologia de Vivaldi a Heitor Villa-Lobos, gravado com a English Chamber Orchestra, e a luxemburguesa Anik Schwall.