De que está à procura ?

franca
Lisboa
Porto
Paris, França
França

Maëlys vai perseguir Nordahl noite e dia na prisão, diz a mãe

A mãe de Maëlys de Araújo, a menina lusodescente cujo restos mortais foram encontrados esta quarta-feira, usou a sua página de Facebook para exprimir a sua dor, horas depois de Nordahl Lelandais ter confessado o crime.

O suspeito de 34 anos confessou ter sido o responsável pelo desaparecimento da criança, no dia 27 de agosto, embora alegue que a morte de Maëlys tenha acontecido de forma acidental.

“Foram precisos cinco meses e meio para que este monstro falasse finalmente”, começa por escrever Jennifer Cleyet Marrel. “A Maëlys vai-te perseguir de noite e dia na prisão até ao dia em que vás parar ao inferno”.

Nesta mensagem, a mãe da criança de nove anos lembra que a filha “tinha toda uma vida pela frente” e que nunca mais vai poder “abraçá-la e dizer que a ama” por causa do ex-militar.

“Meu pequeno anjo, fui incapaz de te proteger deste predador e esta culpa vai perseguir-me para o resto da vida”, continua Jennifer, mostrando-se satisfeita por a verdade ter sido revelada.

Após quase seis meses de investigação, o principal suspeito confessou o crime, tendo-o feito depois de terem sido encontrados vestígios de sangue de Maëlys no porta bagagens da sua viatura, um audi A3.

Nordahl Lelandais decidiu cooperar com as autoridades e levá-las ao local onde abandonou o corpo da menina, permitindo que os seus restos mortais fossem encontrados.