De que está à procura ?

franca
Lisboa
Porto
Paris, França
Lifestyle

Português entre os vencedores do prémio Russolo

O compositor português Jaime Reis é um dos sete vencedores da edição deste ano do Prémio Russolo, que irão apresentar-se numa digressão que arrancou no sábado em Belfast, Irlanda do Norte, e termina em março, em Moscovo.

De acordo com informação disponibilizada no site do prémio, este ano competiram 138 compositores, dos quais foram escolhidos sete. Além de Jaime Reis, os outros vencedores do Prémio Russolo 2018 são Renaud Bajeux, Lisandro Barbato, François Buffet, Jean-Louis Hargous, Hamish Hossain e Pedro Linde.

Os sete irão realizar concertos em várias cidades, Lisboa incluída, numa digressão que começou no sábado, em Belfast.

A próxima atuação está marcada para quinta-feira, em Praga. Os sete vencedores passam depois por Genebra, Suíça, a 10 de novembro, Lisboa, 21 de novembro, Valência, Espanha, a 24 de novembro, Hyogo, Japão, a um de dezembro, Annecym França, a 16 de dezembro, Atenas, a 23 de fevereiro, Paris, a nove de março, e Moscovo a 29 de março.

Jaime Reis, nascido em Coimbra, em 1983, é licenciado em Composição pela Universidade de Aveiro, onde recebeu três bolsas de mérito.

O compositor é o fundador do festival itinerante DME (Dias de Música Eletroacústica), cuja primeira edição decorreu em 2003, na Polónia.

O prémio Russolo foi criado em 1979 em homenagem ao compositor e pintor italiano Luigi Russolo.

A organização do prémio é, desde 2010, da responsabilidade do Studio Forum, em colaboração com a fundação Russolo-Pratella.

Ouça uma composição de Jaime Reis aqui: