De que está à procura ?

franca
Lisboa
Porto
Paris, França
Opinião

Tudo sobre os Golden Globes 2017

Emma Stone, Natalie Portman, Drew Barrymore, Monica Bellucci e Hugh Grant, entre outros, deram nas vistas na passadeira vermelha da cerimónia dos Globos de Ouro 2017. Mas o grande protagonista da red carpet foi a cor amarela. Abundou na indumentária feminina… E se holofotes se viraram para as senhoras, como sempre, os homens não ficaram atrás. E junto do painel de estrelas masculinas, as barbas voltaram a imperar, a demonstrar que uma cara “vestida” continua na moda, com Aaron Taylor-Johnson, Ryan Gosling, Chris Hemsworth, Jon Ham, Ben Affleck, Jake Gyllenhaal, Chris Pine e Ryan Reynolds. Uma verdadeira “beard parade”.

1280_golden_globes_beards_split

A 74.ª edição dos Globos de Ouro, que decorreu domingo à noite no Beverly Hilton Hotel, em Los Angeles, nos EUA, teve 20 milhões de telespetadores, a segunda maior audiência numa década para os prémios de cinema e televisão, atribuídos pela imprensa estrangeira em Hollywood. Este fantástico número obtido pela edição de 2017 dos Golden Globes, cujo grande vencedor foi a comédia musical “La La Land”, com sete galardões, invertem a tendência a que se tem vindo a assistir nos últimos anos, de queda das audiências televisivas das grandes cerimónias de entrega de prémios na América, incluindo os Óscares, os Grammys e os Emmys.

golden-globes-2017

immy Fallon, humorista e estrela do “Late Night” com o seu nome, conduziu toda a emissão, tal como já o fizeram Ricky Gervais, Tina Fey e Amy Poehler, entre outros. Numa noite de aplausos, “La La Land: Melodia de Amor” foi quem mais os mereceu, ao consagrar-se grande vencedor. O musical de Damien Chazelle conseguiu arrecadar todos os prémios para os quais estava nomeado: Melhor Filme – Comédia ou Musical; Melhor Ator – Comédia ou Musical (Ryan Gosling), Melhor Atriz – Comédia ou Musical (Emma Stone); Melhor Argumento; Melhor Banda-Sonora Original e Melhor Canção Original. Com as suas sete vitórias, “La La Land: Melodia de Amor” quebra o recorde de filme com mais prémios de sempre na história dos Golden Globes. E este estrondoso triunfo coloca-o na linha da frente para a corrida aos Óscar.

Mas houve outra grande surpresa: Mahershala Ali perdeu o galardão de melhor ator secundário em cinema por “Moonligh” para Aaron Taylor-Johnson, por “Animais Noturnos”, o surpreendente thriller de Tom Ford. Viola Davis mereceu o Golden Globe pelo seu desempenho no filme “Vedações”. Por seu turno, Casey Affleck foi eleito o melhor ator – drama por “Manchester by the sea” e Isabelle Huppert acabou galardoada com o prémio de melhor atriz – drama, ultrapassando Natalie Portman (por “Jackie”) e Amy Adams (por “O Primeiro Encontro”), duas das interpretações femininas mais consideradas.

meryl-streep-poses-in-the-press-room-during-the-74th-annual-golden-globe-awards-at-the-beverly-hilton-hotel-on-january-8-2017-in-beverly-hills-california

Por sua vez, Meryl Streep foi homenageada com o prémio carreira, pelo seu trabalho. No seu discurso, um dos mais notáveis da noite, Streep não quis deixar de lado um conjunto diversificado de atores e de atrizes que partilham do facto de terem nascido em várias localidades dos Estados Unidos e do mundo, numa referência a Donald Trump. Além disso, ainda criticou a América do Presidente Trump que está por vir, sendo aclamada com emoção ao vivo e, a posteriori, nas redes sociais por colegas e fãs.
Mas fiquem com o registo dos vencedores:

CINEMA

MELHOR FILME – Drama
“Moonlight”

MELHOR ACTRIZ – Drama
Isabelle Huppert por “Ela”

MELHOR ACTOR – Drama
Casey Affleck por “Manchester by the Sea”

MELHOR FILME – Comédia ou Musical
“La La Land: Melodia de Amor”

MELHOR ACTRIZ – Comédia ou Musical
Emma Stone por “La La Land: Melodia de Amor”

MELHOR ACTOR – Comédia ou Musical
Ryan Gosling por “La La Land: Melodia de Amor”

MELHOR ACTRIZ SECUNDÁRIA
Viola Davis por “Vedações”

MELHOR ACTOR SECUNDÁRIO
Aaron Taylor Johnson por “Animais Noturnos”

MELHOR REALIZADOR
Damien Chazelle por “La La Land: Melodia de Amor”

MELHOR ARGUMENTO
Damien Chazelle por “La La Land: Melodia de Amor”

MELHOR FILME – Animação
“Zootrópolis”

MELHOR FILME – Estrangeiro
“Ela” (França)

MELHOR BANDA-SONORA ORIGINAL
Justin Hurwitz por “La La Land: Melodia de Amor”

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL
“City of Stars” em “La La Land: Melodia de Amor”

TELEVISÃO

MELHOR SÉRIE – Drama
“The Crown”

MELHOR ACTRIZ – Drama
Claire Foy por “The Crown”

MELHOR ACTOR – Drama
Billy Bob Thornton por “Goliath”

MELHOR SÉRIE – Comédia ou Musical
“Atlanta”

MELHOR ACTRIZ – Comédia ou Musical
Tracee Ellis Ross por “Black-ish”

MELHOR ACTOR – Comédia ou Musical
Donald Glover por “Atlanta”

MELHOR MINI-SÉRIE OU TELEFILME
“The People v. O.J. Simpson: American Crime Story”

MELHOR ACTRIZ – Mini-série ou Telefilme
Sarah Paulson por “The People v. O.J. Simpson”

MELHOR ACTOR – Mini-série ou Telefilme
Tom Hiddleston por “The Night Manager”

MELHOR ACTRIZ SECUNDÁRIA em série, mini-série ou telefilme
Olivia Colman por “The Night Manager”

MELHOR ACTOR SECUNDÁRIO em série, mini-série ou telefilme
Hugh Laurie por “The Night Manager”

PRÉMIO CECIL B. DEMILLE
Meryl Streep