De que está à procura ?

franca
Lisboa
Porto
Paris, França
Comunidades

Venezuela: Portugal prepara introdução do português como língua estrangeira

No segundo dia da visita à Venezuela, o Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas participou no arranque de uma rede lançada pela Associação de Médicos luso-venezuelanos que vai apoiar cidadãos portugueses carenciados no acesso à medicação e a cuidados de saúde.

O Estado português apoia financeiramente a iniciativa, tendo sido entregue um subsidio no valor 11 mil e 500 euros, no quadro dos apoios aos associativismo no estrangeiro.

Outra entidade visitada foi o Lar Padre Joaquim Ferreira, a quem foi concedida, pelo Governo, a placa da Medalha de Mérito das Comunidades Portuguesas.

No domínio da língua, e acompanhado pelo presidente do Instituto Camões, Luís Faro Ramos, José Luís Carneiro visitou, em Maracay, a Universidade Pedagógica Experimental Libertador, que forma professores de português, tendo atualmente 14 alunos neste curso e deverá ultrapassar os 50 alunos até ao final do ano.

Em Caracas visitou, também, o colégio San Agustin, onde 300 alunos aprendem português.

Em outubro, o português será introduzido pela primeira vez numa escola pública da Venezuela como língua estrangeira.

A última iniciativa do dia realizou-se no Centro Português de Caracas, a comitiva, composta pelo Diretor da DGACCP, Júlio Vilela, e pelo Embaixador de Portugal na Venezuela, Carlos de Sousa Amaro, participou num diálogo com a comunidade.

Nesta ocasião, José Luís Carneiro anunciou a abertura de cinco concursos para a contratação de colaboradores para reforço dos serviços consulares e da embaixada. Em 2017, os serviços consulares de Portugal na Venezuela praticaram mais de 123 mil atos consulares.