De que está à procura ?

franca
Lisboa
Porto
Paris, França
Europa

Alemanha pode limitar acesso a certos eventos aos não vacinados

Pessoas não imunizadas poderão ser proibidas de entrar em locais como bares, cinemas e estádios, alertou Helge Braun, principal assessor da chanceler federal da Alemanha, Angela Merkel.

Helge Braun, chefe de gabinete de Merkel, disse ao jornal Bild am Sonntag que as pessoas não vacinadas poderão ser proibidas de entrar, por exemplo, em bares, cinemas ou eventos desportivos.

Segundo ele, o início de uma quarta onda do coronavírus “não seria sem consequências”.

“Se tivermos uma alta taxa de infecção, apesar de nossos procedimentos de teste, os não vacinados terão que reduzir seus contatos”, afirmou o político da União-Democrata Cristã (CDU), o partido de Merkel.

“Isso pode significar que certas opções como restaurantes, cinemas e visitas a estádios, mesmo para pessoas não vacinadas que foram testadas, não seriam mais possíveis, porque o risco para todos os outros é muito alto”, explicou Braun, que é médico

Atualmente, na Alemanha, se a incidência de covid-19 ultrapassa determinados índices – que variam conforme o estado – podem ser exigidos testes negativos para ingressar em certos lugares e participar de eventos, mesmo que ao ar livre.

Braun acredita que outro bloqueio nacional total pode ser evitado na Alemanha se as vacinas se mostrarem eficazes contra a variante delta, que se espalha pelo país. Ele exortou aqueles que ainda não receberam o imunizante a fazê-lo.

“A vacinação protege 90% de uma infecção grave por coronavírus”, afirmou. “E aqueles que estiverem vacinados definitivamente terão mais liberdade do que aqueles que não estiverem”, acrescentou.