De que está à procura ?

franca
Lisboa
Porto
Paris, França
Europa

Alemanha: uso obrigatório de máscara em locais de grande circulação

A Alemanha vai introduzir medidas mais duras para desestimular aglomerações e reforçar o uso de máscaras com o objetivo de frear o aumento nas infecções por coronavírus, anunciou a chanceler federal Angela Merkel nesta quarta-feira, após negociações com os governadores dos 16 estados federais do país.

As medidas incluem limites para aglomerações, bem como o uso obrigatório de máscara em locais de grande circulação quando as novas infecções numa área chegarem a 35 por 100.000 habitantes em sete dias. O limite anterior era de 50 por 100.000.

“Estou convencida de que o que fizermos agora nestes dias e semanas será decisivo para a questão de como sairemos desta pandemia”, disse Merkel. “Podemos ver que as taxas de infecção estão a aumentar e que temos uma taxas muito altas em algumas regiões”, acrescentou. “Devemos, portanto, evitar um aumento descontrolado ou exponencial.”

Pelas novas regras, se uma área registar mais de 35 novas infecções por 100.000 pessoas em sete dias, as máscaras tornam-se obrigatórias em todos os sítios onde as pessoas têm contato próximo por um período prolongado – no momento, as máscaras já são exigidas no transporte público e em lojas.

O número de pessoas autorizadas a reunirem-se também será limitado a 25 em espaços públicos e 15 em espaços privados.

“Decidimos o número limite de 35 casos porque vimos alguns exemplos de quão rápido o aumento acontece de 35 para 50”, disse Merkel.

Uma vez que o limite de 50 novas infecções por 100.000 seja excedido, restrições ainda mais severas serão aplicadas. Isso inclui limitar as reuniões privadas a 10 pessoas ou duas famílias e o fecho de bares e restaurantes após as 23 horas.

Berlim, que ultrapassou a marca de 50 casos, já vem impondo essas medidas, que incluem ainda a proibição da venda de álcool após as 23 horas.