De que está à procura ?

Portugal

Algarvios insistem em linha de alta velocidade que ligue Faro a Sevilha

© DR

O presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve, José Apolinário, defendeu a necessidade de criar uma linha ferroviária de alta velocidade entre Faro e as cidades espanholas de Huelva e Sevilha.

A “priorização” de um “corredor ferroviário atlântico” com uma linha de alta velocidade entre Sevilha, Huelva e Faro vai permitir “estender o corredor ferroviário do Mediterrâneo entre a Andaluzia e o Algarve, pós 2030” foi defendida por José Apolinário num comunicado divulgado hoje pelo organismo.

A proposta foi também apresentada na XIV Comissão Luso-Espanhola de Cooperação Transfronteiriça, realizada no dia 22 de setembro, em Vila Nova de Gaia, onde José Apolinário defendeu “um investimento no troço de ferrovia entre Tunes e Torre Vã” para permitir reduzir em 30 minutos o trajeto de Alfa Pendular entre Lisboa e Faro.

José Apolinário considerou que “é urgente avançar com os projetos de modernização da linha ferroviária entre Tunes e Terra Vã”, estimando que a intervenção necessita de um “investimento de 253 milhões de euros” e vai “uniformizar a velocidade do comboio ao longo de todo o trajeto” entre Faro e Lisboa.

“Atualmente, nos 150 quilómetros entre Torre Vã e Tunes, a velocidade média do comboio raramente ultrapassa os 100 quilómetros por hora. Com este investimento, a viagem em Intercidades ou comboio Alfa [Pendular] entre Lisboa e Faro passaria a duas horas e 30 minutos, sendo assim competitivo com o modo autocarro”, argumentou.

O presidente da CCDR classificou a “modernização da linha ferroviária entre Pinhal Novo e Torre Vã”, feita com um “investimento de 225 milhões de euros” antes de Portugal acolher o Campeonato da Europa de futebol Euro2004, como a intervenção “mais significativa” realizada na linha ferroviária do sul “nos últimos 30 anos”.

José Apolinário assinalou, no entanto, que, “só agora, em 2022 e 2023, se somarão 80 milhões de euros” para a “conclusão da eletrificação e modernização da Linha Ferroviária do Algarve, concretizados com o apoio dos Fundos Europeus”.

Quanto estiver concluída a eletrificação da Linha do Algarve, fica apenas a faltar intervir no troço entre Tunes e Torre Vã para a ligação entre Lisboa e Faro ficar totalmente eletrificada e o tempo de viagem se reduzir, segundo o presidente da CCDR, 30 minutos.

O comunicado da CCDR com a posição de José Apolinário foi divulgado três dias depois de o primeiro-ministro ter anunciado que o Governo iria apresentar o traçado e desenvolvimento da linha ferroviária de alta velocidade Lisboa, Porto e Vigo.

Na quarta-feira, na estação de Campanhã, no Porto, o ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, defendeu que, depois de “décadas de desinvestimento”, o protejo da alta velocidade Lisboa-Porto-Vigo se constituía como “mais um passo na revolução” em curso na ferrovia.

A ligação de alta velocidade a Vigo prevê a construção de uma nova linha de alta velocidade Porto-Lisboa, que vai ligar as duas principais cidades portuguesas em uma hora e 15 minutos no serviço direto, sem paragens, segundo os dados avançados na ocasião pelo Governo e a Infraestruturas de Portugal.

TÓPICOS