De que está à procura ?

França

Aos 19 anos vai visitar Portugal pelo ar

Um estudante português a viver em França quer voar para 10 aeródromos em 4 dias, no próximo mês de julho, e conhecer Portugal pelo ar.

Hugo Augusto, de 19 anos, é um jovem estudante luso-francês nascido em Orleães, França. Apaixonado pelas suas raízes portuguesas, este ano resolveu conhecer Portugal visto ar, por isso meteu mãos a um projeto escolar de organizar uma “Volta a Portugal de Avião”. 

A aventura começa em Portimão no dia 27 de julho, passando pelos aeródromos regionais de Portimão, Évora e Ponte de Sor, seguindo depois para Leiria, Castelo Branco, e Bragança, no dia 28.

No dia seguinte aterra em Vila Real, Vilar da Luz, no Porto, e dorme em Leiria (Santa Cruz) no dia 29. Depois voa para Torres Vedras, dia 29, e se tudo correr como previsto, termina em Portimão em 30 de julho. 

O jovem já tinha sido notícia em outubro de 2021, quando foi agraciado com o prémio Cap Magellan para o melhor aluno de liceu a estudar em França, com honras e felicitações do júri, quando apresentou o seu projeto de fim de curso “Conhecer Portugal pelo Ar”.

Em entrevista à Rádio Alfa, Hugo Augusto conta os detalhes da sua vida e preparação para a nova aventura: Desde os 12 anos começou a viajar para Faro, para depois seguir para Almodôvar no Alentejo, terra da família paterna. Em casa fala-se francês e teve de se esforçar para aprender português, que fala com pronúncia alentejana, e que aprendeu sozinho com a família e a ouvir a rádio portuguesa. A sua ligação a Portugal nota-se nos detalhes, ainda hoje escolhe os pratos da região familiar, como a carne de porco à alentejana, feita pela tia.

Com estas viagens para o Algarve, acabou por se interessar pelos aviões, e sonha ser piloto na TAP ou na Air France dentro de quatro anos. Hugo Augusto já fez as provas de admissão e passou o concurso da Escola Nacional da Aviação Civil em Toulouse. Esta escola é a única que oferece bolsas gratuitas na Europa, a formação é de três anos e meio para se obter a certificação de piloto profissional de aviões de linha.

Mas para chegar aqui não foi fácil, “desde os 14 anos dediquei-me a estudar química e matemática, se queria alcançar o meu sonho de entrar para um curso profissional de piloto de linha, sabia que tinha que atingir um nível escolar muito bom”, revela. Fez o seu primeiro voo solo com 15 anos, e em 2018 obteve a licença de piloto privado, e acumula agora mais de 60 horas de voo. 

Para fazer a Volta Aérea a Portugal leva um co-piloto, o amigo e colega Maxime Magnier, que como ele faz a classe preparatória científica da Escola de Aviação de Toulouse. Vão utilizar um Cessna 152,  um avião ligeiro de dois lugares alugado à escola Seven Air, que atinge os 200 kms/h, e consome cerca de 22 litros de gasolina por hora, por isso vai fazer muitas paragens pelos aeródromos portugueses, e fazem questão de não levarem comida, pois querem fazer também a volta gastronómica e cultural pelas cidades portuguesas onde vão passar.

#portugalpositivo

TÓPICOS