De que está à procura ?

franca
Lisboa
Porto
Paris, França
Lifestyle

Arquitetura portuguesa premiada internacionalmente

São dois os projetos portugueses de arquitetura que se sagraram vencedores na primeira edição do World Architecture Technal Awards (WATA), um prémio de arquitetura internacional, realizado a cada dois anos, que distingue em oito categorias os projetos que melhor combinam a boa arquitetura com os sistemas de alumínio da  Technal em todo o mundo.

O Centro de Negócios de Oliveira de Azeméis, projeto da autoria da dupla de Arquitetos Telmo Castro & Pedro Mendes, venceu um prémio WATA na categoria “Prémio Trabalhar”. A fachada Geode e as janelas de batente Soleal de folha oculta foram as soluções Technal utilizadas neste projeto, fabricadas e instaladas pela empresa Metalcôvo.

De referir que este business center de Oliveira de Azeméis já se tinha sagrado o grande vencedor do Palmarés Architecture Aluminium Technal 2017 na Categoria Descobrir, e foi distinguido com uma menção honrosa no The Architecture MasterPrize na categoria Arquitetura Institucional.

O Pavilhão Desportivo Efanor na Senhora da Hora (Matosinhos) projetado pela Arquiteta Paula Santos, ganhou um prémio WATA na categoria “Prémio Descobrir”. A fachada Geode, as portas e janelas Soleal e a janela de correr e elevar Galene foram os sistemas de alumínio Technal transformados e instalados na obra pela Metaloviana.

A arquitetura portuguesa está de parabéns e foi novamente destacada a nível mundial, arrecadando dois dos oito prémios atribuídos no World Architecture Technal Awards. Estes prémios vêm reforçar a ideia de elevada qualidade da arquitetura portuguesa que existe a nível internacional destaca Orlando Sampaio, diretor da Technal Portugal.

A cerimónia de entrega dos World Architecture Technal Awards que contou com a presença de todos os vencedores, de pessoas do meio da arquitetura e da construção de diversos países, realizou-se no dia 06 de novembro em Paris, coincidindo com a BATIMAT, uma das maiores feiras do setor de construção da Europa.

O distinto júri do prémio foi formado por sete arquitetos dos diferentes países: Aurélie Vernon, AGENCIA KENGO KUMA (França) Abin Chaudhuri, ABIN DESIGN STUDIO (Índia), Fabian Hecker, ZAHA HADID ARCHITECTS (Reino Unido), Ramon Esteve, RAMON ESTEVE ARQUITECTURE AND DESIGN (Espanha), Chee Kiang Tan, DP ARCHITECT (Singapura), Benjamin Piper, KILLA ARCHITECTURAL DESIGN (Dubai) e a arquiteta Margarida Caldeira, da BROADWAY MALYAN, representou Portugal.

A Technal apresentou, no final do evento, um livro com todos os projetos participantes neste concurso mundial dedicado à arquitetura. A obra reúne os melhores projetos internacionais realizados com caixilharias de alumínio Technal.

#portugalpositivo