De que está à procura ?

franca
Lisboa
Porto
Paris, França
Colunistas

Baixem as armas do preconceito

Este Presidente é preto e aquele é branco
Procura-se noite de casta branca
Refugiados são aos milhares quem os quer
O ódio anda no ar e a paz não arranca

Abaixem as armas do ódio e preconceito
Para que a liberdade não seja assassinada
E cantem louvores ao Criador saídos do peito
Nos altos das casas a poesia é declamada

Amor está no ar não deve ser adulterado
Nem a poesia pura deve ser adulterada
Nem o poeta pode ficar silenciado
Por isso leiam poesia e a tornem amada

Abaixem as armas do preconceito
Não enalteçam vossa pátria ou terra
Não retalhem o planeta ao vosso jeito
O amor gera a paz! O ódio gera guerra!