De que está à procura ?

franca
Lisboa
Porto
Paris, França
Desporto

Cristiano Ronaldo a dez golos do recorde de Ali Daei

© Ricardo Silva

A derradeira dupla jornada de apuramento para o Euro 2020 terminou em beleza para a seleção portuguesa, dado que os pupilos de Fernando Santos conseguiram carimbar o passaporte para a fase final da competição de forma direta. As vitórias nos duelos com as congéneres da Lituânia (6-0) e do Luxemburgo (0-2) selaram a qualificação, para gáudio coletivo. Individualmente, Cristiano Ronaldo marcou por quatro vezes e aproximou-se ainda mais do recorde de Ali Daei.

Até há bem pouco tempo, Ali Daei figurava como um ilustre desconhecido para boa parte dos adeptos portugueses. O iraniano, hoje com 50 anos, ganhou a alcunha de “Shahriar” no seu país (rei) e estabeleceu um recorde que se mantém nos dias de hoje, restando saber até quando. O atual treinador do Persepolis é nada mais nada menos que o jogador com mais golos na história ao serviço de uma seleção nacional, neste caso, a seleção do Irão. Em mais de 100 jogos com a camisola da seleção do seu país, Ali Daei apontou um total de 109 golos, recorde que é agora ameaçado, claro está, por Cristiano Ronaldo. O próprio já admitiu que o internacional português certamente baterá o seu recorde.

À entrada para a últimas duas jornadas da fase de apuramento para o Euro 2020, Cristiano Ronaldo estava a 14 golos da marca estabelecida por Ali Daei. A expectativa generalizada é a de que “CR7” basta o registo e se assuma como melhor marcador de sempre ao serviço de seleções, restando saber quando.

No embate com a Lituânia, jogo que teve mercados disponíveis na casa de apostas Betfair,  Cristiano escreveu mais um capítulo na incessante busca por bater o recorde de Ali Daei. Logo ao minuto 7 do desafio, converteu com sucesso uma grande penalidade que abriu a contagem. Voltou a marcar aos 22 e aos 65, assinando três golos nesse jogo. Os lituanos terão, decerto, pesadelos com Ronaldo, jogador que, em dois embates com a Lituânia, apontou nada mais nada menos que sete golos. Já no Luxemburgo, à procura de assegurar a qualificação, Cristiano Ronaldo voltou a fazer o “gosto ao pé” com um importante contributo de Diogo Jota. O jogador do Wolves atirou para a baliza luxemburguesa e quando a bola já se preparava para entrar, Cristiano confirmou o golo, chegando aos 99 tentos pela seleção nacional e ficando a dez de distância de Ali Daei.

Nos últimos quatro anos, Ronaldo tem sido arrebatador. Segundo dados do jornal “Record”, desde que cumpriu o 30º aniversário a 5 de fevereiro de 2015, Cristiano Ronaldo contabiliza nada mais nada menos que 47 golos (!) em 46 jogos com a camisola das cores nacionais, sendo que, até aí, havia marcado 52 vezes em 116 jogos. De fora da lista de eleitos de Fernando Santos durante boa parte da Liga das Nações apesar de ter desempenhado um papel fundamental na “final-four” da competição, Cristiano Ronaldo assinou 11 tiros certeiros nas últimas seis ocasiões em que vestiu a camisola da seleção.

Na altura em que escrevemos estas linhas, ainda não há certezas quanto aos próximos compromissos da seleção portuguesa. Há, isso sim, a garantia de que Portugal vai defender o título de campeão da Europa no próximo verão, no Euro 2020.