De que está à procura ?

franca
Lisboa
Porto
Paris, França
França

Funcionários de empresário português entre os feridos de Paris

Dois dos quatro feridos no ataque desta sexta-feira junto às antigas instalações da redação do Charlie Hebdo, em Paris, são trabalhadores da empresa do lusodescendente Paul Moreira, chamada Premières Lignes.

De acordo com a imprensa local, ambos os funcionários foram surpreendidos pelos atacantes, munidos de armas brancas, minutos depois de deixarem o escritório para uma curta pausa na entrada do edifício.

A Premières Lignes de Paul Moreira tem a sua sede no edifício onde até julho de 2015 foi a sede do jornal Charlie Hebdo que, entretanto, se mudou para local mantido secreto por precaução.

Além dos dois empregados da empresa de Paul Moreira (na foto abaixo), outras duas pessoas ficaram feridas com gravidade, embora já não corram risco de vida.

Dois homens foram detidos, tendo um dele confessado. Trata-se de um jovem que diz ter 18 anos e ser de origem paquistanesa. A polícia não confirma estes dados porque ainda não foi possível identificá-lo formalmente.