De que está à procura ?

Comunidades

Novo cargo de Tolentino Mendonça enche madeirenses de orgulho

© DR

A Diocese do Funchal e o presidente da Assembleia da Madeira manifestaram o “orgulho” da região pela nomeação do cardeal José Tolentino Mendonça, nascido no arquipélago, para Prefeito do novo Dicastério para a Cultura e Educação da Cúria Romana.

“É um orgulho para a nossa região ver um dos seus filhos a servir o Papa nesta grande responsabilidade ao serviço do anúncio do Evangelho”, lê-se numa nota publicada na página da Internet da Diocese do Funchal.

Na curta mensagem, a diocese e o bispo do Funchal, Nuno Brás, “saúdam o Cardeal Tolentino Mendonça pela nomeação para Prefeito do Dicastério da Cultura e Educação no Vaticano e desejam as maiores felicidades”.

O cardeal português José Tolentino Mendonça foi hoje nomeado pelo Papa Francisco Prefeito do novo Dicastério para a Cultura e a Educação, criado no âmbito da renovação da Cúria Romana, com a entrada em vigor da nova constituição ‘Praedicate Evangelium’.

Também o presidente do parlamento madeirense, José Manuel Rodrigues, manifestou “o seu mais profundo júbilo” pela nomeação.

Numa nota, José Manuel Rodrigues realça que a Diocese do Funchal, que “já foi a maior do mundo, volta a ter um dos seus numa missão relevantíssima para uma Igreja que se procura regenerar, rejuvenescer e ir ao encontro de novas realidades, de outras crenças e de diferentes culturas”.

Para José Manuel Rodrigues, os diálogos de José Tolentino Mendonça “com o mundo da Cultura e das Artes, em Portugal, abriram novos caminhos à Igreja Católica portuguesa”.

“Estou certo de que a experiência do cardeal madeirense irá ter reflexos na rede escolar católica do mundo inteiro que vai tutelar, e que representa mais de 70 milhões de alunos”, salienta.

O cardeal José Tolentino Mendonça, de 56 anos, vai substituir no ex-Conselho Pontifício para a Cultura o cardeal Gianfranco Ravasi, que completa os 80 anos em outubro, e na ex-Congregação da Educação Católica, o cardeal Giuseppe Versaldi, que fez 79 anos em julho.

Até agora, o cardeal português desempenhava as funções de arquivista e bibliotecário do Vaticano.

Iniciou os estudos de Teologia em 1982 e foi ordenado padre em 1990, tendo sido nomeado, em 2011, consultor do Conselho Pontifício da Cultura.

José Tolentino Calaça de Mendonça, que foi criado cardeal em 05 de outubro de 2019 pelo Papa Francisco, nasceu em dezembro de 1965 em Machico, ilha da Madeira, destacando-se como poeta, sacerdote e professor.

TÓPICOS