De que está à procura ?

franca
Lisboa
Porto
Paris, França
Publireportagens

OGBL lança campanha oficial para eleições sociais de 12 de março de 2019

A central sindical OGBL lança, a partir de hoje, a sua campanha oficial para as eleições sociais de 12 de Março de 2019. A OGBL concorre a estas eleições com a Lista 1.

As eleições sociais visam eleger os representantes para as delegações do pessoal nas empresas com 15 ou mais trabalhadores. Esse escrutínio é organizado no seio das empresas, segundo as listas de trabalhadores que se apresentem.

Esta eleição tem também um segundo objectivo: eleger os 60 representantes da ‘Chambre des salariés’ (Câmara dos Assalariados, também chamada Câmara dos Trabalhadores ou ‘Parlamento dos Trabalhadores’), um órgão de consulta do Governo luxemburguês em matéria de emprego e trabalho.

Para a eleição da Chambre des salariés, todos os trabalhadores e reformados do Luxemburgo, quer residam ou não no Grão-Ducado, vão receber a partir de Fevereiro e, o mais tardar, até inícios de Março de 2019, por correio postal o boletim de voto para pode participar nesse sufrágio.

Utilize o seu direito de voto. Uma participação recorde vai reforçar ainda mais o peso que terá a ‘Chambre des salariés’ perante os poderes públicos. A actividade da ‘Chambre des salariés’ apoia há anos a acção sindical da OGBL a favor dos direitos e interesses dos/as trabalhadores/as e dos/as reformados/as.

Nestas eleições, os trabalhadores e os reformados podem lançar um sinal político forte. Um sinal dirigido ao novo Governo. E um sinal dirigido ao patronato.

Porquê votar na OGBL?

Cada voto para a OGBL, Confederação Sindical Independente do Luxemburgo, é um voto a favor do motor do progresso social. Estas eleições devem ser uma demonstração de força dos interesses, necessidades e reivindicações dos trabalhadores. Estas eleições devem ser um sinal da força e da vontade de acção sindical. Cada voto para a OGBL é um voto pela demonstração dessa força.

Precisamos dessa força e dessa dinâmica para melhorar as condições salariais e de trabalho de todos os trabalhadores. Para mais dias de férias e horários de trabalho adaptados a uma melhor qualidade de vida. Por uma melhor segurança social. Por um direito laboral que assegure melhor os empregos e impeça condições de trabalho precárias. Em prol de novos direitos em matéria de formação profissional contínua. Em prol de habitação a preços acessíveis e de boa qualidade. E para atingir o objectivo da OGBL, isto é, proporcionar a cada trabalhador/a uma convenção colectiva de trabalho.

Cada voto para a OGBL é um voto contra a divisão sindical. A fragmentação sindical enfraquece os trabalhadores. É apenas positiva para o patronato e para os círculos políticos ou sociais que trabalham contra os interesses dos trabalhadores.

A OGBL luta pelos direitos de todos os trabalhaodres e trabalhadoras. Por melhores salários, pela indexação automática dos ordenados (index) e por um aumento do salário mínimo de 10%. Para que cada trabalhador possa usufruir de uma convenção colectiva de trabalho. Para melhorar e manter a nossa segurança social. Para um reforço da ‘assurance pension’ (seguro de pensão), da cobertura médica e da ‘assurance dépendance’ (seguro de dependência e/ou de assistência). Pelo alargamento das prestações sociais e familiares do Estado. Em prol de mais justiça fiscal. Em prol de um direito do trabalho progressista. Por contratos de trabalho seguros, horários de trabalho bem regulamentados, pela introdução de um sexta semana de férias paga, por empregos mais seguros, por novos direitos relativos à formação profissional contínua e uma melhor protecção da saúde e da segurança no trabalho. Pelo alargamento da co-gestão no seio das empresas, dos direitos de negociação e das liberdades sindicais em geral.

500 mil eleitores

As eleições para a ‘Chambre des salariés’ são as eleições democráticas mais importantes do Luxemburgo, já que reúnem mais de 500 mil eleitores. Não deixe o seu direito de voto por mãos alheias. Participe, votando. Todos os trabalhadores fronteiriços, luxemburgueses ou estrangeiros, que trabalhem no Luxemburgo, ou estejam já reformados, têm o direito de voto.

Participe nestas eleições ! Vote OGBL, Lista 1!