De que está à procura ?

franca
Lisboa
Porto
Paris, França
Desporto

Pichardo de ouro no triplo salto

O destacado triunfo de Pedro Pichardo na final do triplo salto dos Campeonatos da Europa de atletismo em pista coberta eleva para 25 as medalhas que Portugal já conquistou, em todas as edições.

Pichardo superou todos os adversários por larga margem, com o pódio a ficar completo com o azeri Alexis Copello (17,04) e o alemão Max Hess (17,01).

Pichardo, de 27 anos, nasceu em Cuba e naturalizou-se português no final de 2017.

Em Torun, Polónia, Portugal já contava desde sexta-feira com o ouro de Auriol Dongmo, no lançamento do peso, e pode fechar a sua melhor prestação de sempre com mais uma medalha, para Patrícia Mamona no triplo salto feminino, hoje à tarde.

A maioria de medalhas de ouro ficou ainda mais reforçada, com 14, contra nove de prata e somente duas de bronze.

O meio-fundo curto (800, 1.500 e 3.000 metros) ainda domina, com 13 medalhas, seguido pelos saltos, com nove. Uma medalha apenas para a velocidade, com Francis Obikwelu, uma para as provas combinadas, através de Naide Gomes, e uma para os lançamentos, com Dongmo.

O único atleta português com três títulos continentais é Rui Silva, mais um do que Fernanda Ribeiro, enquanto Nelson Évora e Naide Gomes contribuem com dois cada para o total luso de ouro.

Estes quatro atletas e Carla Sacramento são os mais medalhados de sempre nesta competição, assegurando mais de 70 por cento dos pódios a que Portugal chegou: Rui Silva e Naide Gomes com quatro cada, Carla Sacramento, Nelson Évora e Fernanda Ribeiro com três.

Sara Moreira, com duas medalhas, João Campos, Carlos Calado, Francis Obikwelu, Patrícia Mamona, Auriol Dongmo e Pedro Pichardo completam a lista de 12 atletas que já trouxeram para Portugal medalhas em Campeonatos da Europa em pista coberta.

Em 1990 há ainda a registar a conquista de uma medalha de bronze no triplo salto feminino, através de Ana Oliveira, mas a prova era de exibição, porque a modalidade ainda não fazia parte do calendário oficial para as mulheres.

#portugalpositivo