De que está à procura ?

franca
Lisboa
Porto
Paris, França
Europa

Primeira missa em Notre-Dame depois do incêndio

O arcebispo de Paris, Michel Aupetit, celebrou sábado a primeira Eucaristia em Notre-Dame, dois meses após o incêndio de 15 de abril e disse que “a vida é mais forte do que a morte”, sublinhando a identidade da Catedral como “lugar de culto”, a sua “finalidade própria e única”.

Na celebração, por ocasião da Dedicação da Catedral, Michel Aupetit, sublinhou que o templo mesmo depois do incêndio “é uma maravilha”, tal “como Maria é uma maravilha para todos os cristãos”.

“Podemos realmente, por ignorância ou ideologia, separar a cultura e o culto?”, questionou o arcebispo, apresentando em seguida a sua resposta: “Digo-o com veemência, uma cultura sem culto torna-se uma incultura”.

“É com muita emoção que estamos aqui, para celebrar a Dedicação desta catedral, mas estamos profundamente felizes por poder celebrar aqui a Eucaristia: foi para isso que ela foi construída; é também uma mensagem de esperança, de agradecimento a todos os que se emocionaram, aos que vieram a esta catedral, símbolo da nossa França e símbolo também das suas raízes cristãs”, referiu, na saudação inicial Michel Aupetit, arcebispo de Paris.

“Se o lado maternal de Maria é um abrigo para os excluídos, a Catedral também é um porto de abrigo para os cristãos”, frisou o arcebispo de Paris.

A primeira Missa depois do incêndio de 15 de abril contou com a participação de um grupo de 30 pessoas (entre sacerdotes, leigos, técnicos e jornalistas), com capacetes, por razões de seguranças.