De que está à procura ?

Motores

Quer um Mercedes mais rápido? Pode ter de pagar 100 euros por mês

© DR

Marca germânica desenvolveu a possibilidade especificamente para os seus automóveis elétricos, das linhas EQS e EQE.

O fabricante alemão de automóveis revelou uma nova funcionalidade chamada “Acceleration Increase“, que aumentará a capacidade do seu carro para acelerar — mas que custará aos interessados 1.200 euros anualmente.

Os condutores ao volante de um Mercedes EQ – a linha de carros totalmente elétrica da empresa – podem inscrever-se no “Acceleration Increase” da Mercedes-Benz, que pode alegadamente eliminar 1 segundo do tempo de aceleração de 0 a 100 quilómetros por hora.

Esta é a mais recente iniciativa da construtora automóvel no sentido de lançar características ou extras nas suas viaturas que apenas estão acessíveis num modelo de subscrição paga — tendência recente que está a gerar controvérsia e chamar a atenção dos legisladores da União Europeia e Estados Unidos e que outras marcas já implementaram para vários tipos de serviço.

Nos EUA, há já mesmo propostas de lei  que visam impedir a cobrança de subscrições para se aceder a capacidades que estejam fisicamente presentes no carro e que apenas estão inacessíveis via software, por opção do fabricante.

A nova característica está especificamente disponível para os automóveis Mercedes-EQ EQS e EQE e irá permitir aumentar a produção do motor elétrico de 215 quilowatts para 260 quilowatts para os modelos EQE e 265 quilowatts para 330 quilowatts para os modelos EQS.

TÓPICOS