De que está à procura ?

franca
Lisboa
Porto
Paris, França
Motores

Tesla mais rápido no “Ring” do que o Porsche Taycan?

A Porsche, desejosa de provar que o seu primeiro veículo elétrico, o Taycan, era o melhor do mundo, dentro das berlinas de quatro portas, decidiu realizar uma série de acções promocionais, uma delas consistindo em fixar um recorde numa volta cronometrada na difícil pista alemã de Nurburgring.

A Porsche tentou com o Taycan bater o recorde entre os veículos elétricos com quatro portas, porque exclusivamente entre os automóveis elétricos, o melhor tempo está há muito nas mãos dos chineses da Nio, com o EP9.

A Porsche realizou uma volta com o Taycan em 7 minutos e 42 segundos, numa fase em que o carro ainda não estava à venda, mas sem supervisão dos responsáveis do circuito que têm de verificar que o modelo está conforme as especificações de série, não está aligeirado para o tornar mais rápido e recorre a pneus homologados para circular na via pública.

Poucos dias depois de a Porsche anunciar o seu recorde, eis que o CEO da Tesla, Elon Musk, a não só brincou com o facto da Porsche denominar as versões do elétrico Taycan com terminologia de motores a gasolina e a gasóleo, apelidando-os de Turbo e Turbo S, como avançou que iria estar na semana seguinte no Nürburgring. No seguimento, aliás, da que tinha realizado tempos antes ao circuito americano de Laguna Seca.

O Tesla Model S que rodou no circuito na Alemanha foi cronometrado pelos jornalistas da reputada revista germânica Auto Motor und Sport. Dificilmente este tipo de registo é o mais eficaz do mundo, mas quando se goza de uma vantagem de quase 20 segundos – o Model S terá rodado em 7.23, não muito longe pois dos 7.21 do Jaguar XE SV Project 8, recordista na classe dos quatro portas mas a gasolina.

São várias as unidades do Model S que a Tesla deslocou à Alemanha, tratando-se de uma nova versão do modelo que a marca vai lançar no mercado no próximo ano. A estratégia de Musk é clara. Hoje, a Tesla comercializa apenas duas versões do Model S, a Long Range por 89 mil euros e a Performance, por 106 mil euros. A Porsche, pelo seu lado, irá vender o Taycan Turbo por 152 mil euros (ainda assim menos performante do que o Long Range) e o Taycan Turbo S por 192 mil euros, valor que facilmente sobe 30 ou 50 mil euros com uns extras para se aproximar do seu rival em equipamento. Ora, se Tesla conseguir desenvolver um Model S mais desportivo, capaz de envergonhar o Taycan, isso permitirá a Musk surfar a onda do desportivo da Porsche e comercializar mais uma série de unidades do Model S (potencialmente denominado Model S Plaid) por um preço superior (120 a 140 mil euros?) e margens a condizer.