De que está à procura ?

franca
Lisboa
Porto
Paris, França
Colunistas

Vidas em suspenso

Desgosto! Um sentimento de mágoa. A vida a mostrar o lado errado de tudo! A ausência de cor! A esperança do que esperava que fosse! O que deveria ser e não é.

São vidas arrancadas às suas profundas raízes! Vidas expatriadas do seu lugar de pertença.

É a descida ao fundo. Ao fundo do mar, ao fundo do desespero, até chegar à anulação do Ser.

Anos e anos perdidos: anos e anos a aprender a teoria das coisas. É a vida, essa companheira dos dias e das noites, essa vibração das horas a cortar rente todas as esperanças, todas as possibilidades.

São tantas as vidas em suspenso nas malhas da emigração e da luta por dias melhores. Tantas e tantas ilusões escondidas nas páginas dos livros, tantas lágrimas suspensas a jorrar de uma fonte invisível.
São tantos os Seres perdidos nas teias invisíveis do desencanto.

Homens e mulheres que nunca terão lugar para um olhar de descoberta.

São Gonçalves

 

Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.